E se não fosse o capacete ?

Segundo o Código Brasileiro de Trânsito, o capacete não é um equipamento obrigatório para o ciclista. No artigo 105 do Código, ele nem é mencionado. Mas são obrigatórias as presença de campainha, sinalização noturna dianteira, traseira, lateral e nos pedais e espelho retrovisor do lado esquerdo.

No entanto, o item é recomendado. E os motivos são mais do que conhecidos. O capacete diminui consideravelmente o risco de morte e lesões.

É comum, principalmente quando em distâncias curtas, o ciclista não utilizar o equipamento, mas se faz sempre necessário, pois até uma pequena queda poderá ser fatal.

O custo do capacete não é tão elevado, em torno de R$50,00 já é possível adquirir e pode ser útil quando menos se espera.

A foto abaixo mostra o capacete de um atleta que colidiu com uma moto em uma trilha na região de Piraquara – PR, até mesmo um ciclista experiente pode sofrer acidentes.

semcapacete.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *